Ultra de Perdidos, quem leva?
Valmir Lana Jr.
10 de julho de 2017

Por: Valmir Lana Jr.


A Maratona dos Perdidos ganhou fama já na sua primeira edição, onde o então campeão, Chico Santos, travou uma disputa com outro grande atleta, Giliard Pinheiro, oficialmente os dois dividiram a primeira colocação.

De lá pra cá, muita coisa rolou até que no ano passado a novidade era a disputa dos 105km! Se os 45 já eram difíceis, imagine colocar mais 60km, claro que despertou a vontade em muitos de se desafiar nesta grande prova, mas o clima não contribuiu para que toda expectativa se tornasse uma realidade e tivemos a prova interrompida por volta do km 80 e os 45 foi cancelado no alto do morro dos perdidos, gerando muita frustração nos atletas e na organização, o fato é que isso são águas passadas e neste fim de semana a prova vai rolar, toda expectativa volta e os olhos do trial nacional estarão em Curitiba, mas específicamente em Tijucas do Sul.

Dá para imaginar o quanto esta prova tem sido desejada e temida (pelo menos por mim). Sexta-feira, 22h será dada a largada para os 105km e 06 da manhã de sábado terá início os 45km. Mas quem leva este ano a maratona e a Ultramaratona?

Teremos grandes nomes nas 2 distâncias principais,

- Nos 105km, a principal, veremos Chico Santos, atleta que dispensa muitas apresentações, vem de vitória no XC Run, mas passou por um abandono na Transvulcania por lesão, não sabemos se está em sua melhor forma, mas com certeza é um dos favoritos; Carlos Botelho é atleta da Go On Outdoor Team e treinado pelo experiente José Virgínio de Morais da JVM Trail Run, atleta jovem que se destaca nas principais Ultramaratonas, venceu os 100km da Indomit Costa Esmeralda 2016 e este ano já foi campeão da Patagônia Run 125km, seguindo a lista de inscritos, o próximo nome que se destaca é outro atleta da Go On Outdoor Team, Cesar Picinin, atleta com ótimos resultados em grandes provas, este ano disputou sua primeira prova de 80km e venceu, foi vice-campeão da Peneda Gerês Trail Adventure (220km - 07 dias), nesta mesma prova em 2016 havia sido o 3º geral; Daniel Meyer é um experiente atleta que sempre se destaca em provas com grau tecnico elevado, tanto que ano passado na primeira edição da Ultra de Perdidos ele foi o 2º colocado (80km - prova interrompida), de Uberlandia vem Fredy Guerra, treinador da Tendência Outdoor, um atleta forte e resistente, muita experiência em prova de aventura, este ano foi a Mendoza na Argentina disputar os 80km da Indomit e foi vice-campeão, Geison Ignácio é outro favorito ao pódio este ano, em 2016 ele foi o 5º geral dos (80km - prova interrompida) e conhece o local da prova como a palma de sua mão; lá da Bahia vem José Mirailton, ex campeão do circuito Xterra endurance e vem para a disputa com força total, para fechar, no meu ver o time favorito para a Ultramaratona, vem Maicon Cellarius, 3º colocado em 2016 na prova interrompida.

No feminino as favoritas são Cal Nogueira da Go On Outdoor Team, campeã da Peneda Gerês Trail Adventure (220km - 7 dias), 6ª geral na MIUT 85km e campeã da Short Misión Brasil 55km 2017; Elizabete Prado, 3ª colocada na KTR - Serra Fina 2017 Katia Ronise, uma atleta que está sempre nas provas mais duras do Brasil.

- Os 45km é a prova co-principal do evento, muito famosa por ser muito dura e este ano veremos uma bela disputa lá na frente, encabeçando estará o atleta da Curtlo e do Time Brasil, Célio Augusto (Celinho) melhor brasileiro no mundial de Ultra Trail na Itália; junto dele o atleta da Território e também do Time Brasil, Cleverson Del-Secchi, conhece o lugar como poucos e é o recordista da prova com 5h 40'; Diego Marabesi Ferrari, atleta muito forte, pouco conhecido, mas que vem conquistando ótimos resultados por onde passa; outro atleta do Time Brasil estará na disputa, Jovadir Junior Acedo, 2º melhor brasileiro no mundial da Itália; Marconi André da Go On Outdoor Team, atleta campeão da Maratona trail de Mariana/Mg e 3º geral nos 80km da UD Passa Quatro; fecho meu time de favoritos com Willas Silva, atleta que corre forte em qualquer terreno.

Já no feminino, ao meu ver, não teremos tantas mulheres brigando lá na frente como gostaríamos, destaco 3, Daniele Cardoso atleta da Torres Trail Run; Erica Gomes, várias vezes pódio na KTR e Silvia Durigon atleta com grande futuro no trail run nacional e está sempre no pódio das provas no sul.

Destacamos aqui os principais nomes ao meu ver, claro que não conheço todos e podemos ter outros nomes se destacando, entretanto, não creio que será muito diferente do que estamos vendo aí!

Caso tenham mais nomes, peço que coloque nos comentários e digam porque ele deveria estar na lista de favoritos.

Nos vemos em Perdidos!